Ambliopia: o que é, causas, sintomas e tratamentos


O que é?

AmbliopiaÉ uma deficiência no desenvolvimento da visão de um, ou raramente, dos dois olhos, sem que aja lesão ou anomalia estrutural. Também é conhecida por “olho vago” ou “olho preguiçoso”.

Ocorre durante a maturação do Sistema Nervoso Central,  que acontece até mais ou menos os sete anos de idade, se, por algum motivo ocorrer alguma alteração que impeça o foco de imagens nítidas na retina. O cérebro, por qualquer razão que seja, ignora um dos olhos, passando a utilizar o outro para enxergar.

Causas

As causas mais comuns são o estrabismo (o olho torto) ou altos graus de diferença entre os olhos (anisometropia). Ainda pode ocorrer em casos de catarata congênita. É completamente reversível se for tratada até os oito anos de idade. Ambliopia não tratada até esta idade é considerada irreversível.

Sintomas

É simplesmente a falta de visão, embora, normalmente a criança não reclame do fato já que “acostumou-se” a enxergar com apenas um dos olhos. É muito importante que se faça a prevenção em exames clínicos até os dois anos de idade, já que a ambliopia é muito difícil de ser diagnosticada, tanto por pais quanto por médicos não especialistas.

Tratamentos

Ambliopia

Basicamente, usa-se a oclusão do olho que enxerga bem, para estimular o outro a desempenhar suas funções. E m casos de catarata congênita, a cirurgia nos primeiros meses é indicada para resolver o problema.  Em casos de estrabismo, a correção do desvio é indicada para corrigir o problema.

O tempo em que o paciente usará um tapa-olho dependerá da idade e da intensidade do problema.

A oclusão é uma técnica que exige bastante paciência e persistência dos pais, já que a criança tem dificuldades em passar horas com o olho de melhor visão tampado, mas os resultados são garantidos, revertendo completamente a deficiência.

A importância do tratamento para corrigir a ambliopia está no fato de que, se tratada precocemente, a doença tem cura garantida, já se não for tratada na época certa, a criança tem a perda de visão desse olho e o grande risco de, futuramente, vir a perder o outro em algum acidente ou qualquer lesão que seja, ficando, portanto, totalmente cega.

Fontes de informações

http://www.abcdasaude.com.br

http://www.portalsaofrancisco.com.br