AIDS: causas, prevenção, sintomas e tratamentos

Cazuza

Cazuza, ídolo da música brasileira que morreu aos 32 anos por um choque séptico causado pela AIDS.

Tomou-se conhecimento da AIDS, mais ou menos por volta das décadas de 70 a 80, momento em que o problema se alastrou em nosso país atemorizando-nos por sua ação maléfica.

Afinal de contas, a AIDS matava o amor

Hoje, felizmente, esse temor não faz tanto sentido, uma vez que, educadores, profissionais de saúde, cientistas, jornalistas e tantos outros também dedicados à causa não mediram e ainda não medem esforços para o conhecimento e enfrentamento necessário ao seu combate.

Atualmente, podemos dizer que esta síndrome está sob controle, devido à ação eficaz de agentes de saúde e de todo profissional voltado à questão.

Campanhas educativas, hospitais especializados e uma série de medidas, estão sendo capazes de fazer avançar a saúde no Brasil.

A Síndrome de Imunodeficiência Adquirida ou simplesmente a AIDS, manifesta-se após a infecção do organismo pelo vírus HIV, expressão esta oriunda do inglês e que traduzida para o português, significa Síndrome da imunodeficiência humana.

Esse tipo de vírus ataca os linfócitos, ou seja, as células responsáveis pela defesa do organismo que por esse motivo enfraquece, ficando sujeito a diversos tipos de doenças oportunistas, bem como à infecção.

A AIDS evolui de diversas maneiras em cada pessoa, porém seus sintomas na fase inicial se manifestam de modo semelhante tais como: dores musculares, febre persistente, manchas na pele, dor de garganta, calafrio.

O processo de desenvolvimento desta síndrome pode suscitar outras doenças e também outros sintomas como: emagrecimento, dor de cabeça, alguns tipos de câncer, tuberculose, etc.

Normalmente, sua contaminação se dá através de relações sexuais, pois o vírus está presente no esperma e secreções vaginais, motivo pelo qual a recomendação de uso de preservativos é muito importante. Podemos detectar sua presença também no sangue e leite materno, surgindo daí os vários tipos de enfermidades causadas pelo vírus.

Tratamento contra AIDSA boa notícia que se tem atualmente faz menção à existência de medicamentos específicos contra o HIV que inibem seu crescimento.

O objetivo do tratamento, desta forma, destina-se à redução da quantidade do vírus na corrente sanguínea, onde drogas denominadas de Anti-retrovirais agem de forma significativa e salutar.

O diagnóstico é feito através da coleta de sangue em laboratórios e centros especializados da rede pública e privada, conservando em anonimato o paciente que assim o desejar.

Neste caso, desdobra-se diante de nós um quadro mais otimista sobre o tema, além de nos tornar mais capacitados para combater a doença.

Hoje, partindo-se do princípio de que estamos mais conscientes desta realidade, podemos dizer finalmente, que a AIDS não mata mais o amor.

Fonte de informações:

www.bancodesaude.com.br

Sociedade Viva Cazuza

Recomendar:

Comentários

Sobre o autor

Redação

SiteTwitterFacebook